Área de concentração

Cultura e Desenvolvimento Regional

Em articulação com outras áreas do conhecimento, este campo de estudos investiga a produção de conhecimento orientada por teorias e métodos que consideram o turismo um sistema complexo.  

A proposta é refletir sobre a teoria e a prática no turismo, questionando conceitos e suas bases epistemológicas, a interdisciplinaridade dos estudos acadêmicos, a fragilidade das políticas públicas em turismo no país e o fazer prático dos profissionais da área.

 

LINHAS DE PESQUISA


 

Cultura e Sustentabilidade no Turismo

Esta linha de pesquisa busca investigar os processos que envolvem turistas e residentes nos territórios, espaços e lugares turísticos. O fenômeno do turismo é compreendido a partir das possibilidades de encontros entre os sujeitos e as culturas, que geram uma reformulação constante das noções de cultura/identidade, memória/esquecimento, hospitalidade/hostilidade, estranhamento/familiaridade, imaginário/realidade. 

Nesse contexto de redefinições, as identidades são híbridas e transitórias e a cultura relaciona-se com o cotidiano, muitas vezes transparecendo conflitos que solicitam do pesquisador em turismo, para serem desvelados, a reflexão e o questionamento constantes sobre como se configuram os lugares turísticos, como se legitimam ou não a partir da memória, da materialidade e imaterialidade do seu patrimônio artístico e cultural e de como se (re)inventam suas tradições. Esse movimento cria relações de pertencimento e espaços de diálogo entre habitantes e visitantes. 

Se, através da cultura, cada sociedade organiza seus hábitos, estabelece seus códigos, desenha as suas fronteiras, cabe ao pesquisador em turismo reconhecer o que dá anima a esses espaços, investigando as possibilidades de encontro com o outro, traçando caminhos que revelem versões de uma realidade que também é imaginada. 

Eleger os conceitos de cultura e sustentabilidade como referências da nossa linha de pesquisa significa estar atentos à necessidade de construção/fortalecimento do campo de conhecimento e produção científica do turismo enquanto fenômeno sociocultural indissociável das dimensões da sustentabilidade, em especial na diversidade dos lugares turísticos existentes no Brasil. 

Tal reconhecimento solicita um lócus de significados, o diálogo constante entre distintos grupos sociais, o entendimento de que a construção da(s) identidade(s), da(s) memória(s) e da cidadania passa pelo desvelamento do lugar e da cultura/território que se habita/visita.

Esta linha incorpora também as dimensões culturais e de sustentabilidade, os estudos de gênero e sua transversalidade, enfocando trabalho, família e gerações, construção das relações de gênero no âmbito do feminino e do masculino, as práticas relativas à participação destas categorias e os novos papéis na sociedade.

 

Desenvolvimento, Políticas Públicas e Gestão no Turismo

Esta linha de pesquisa analisa as relações socioambientais, políticas e institucionais presentes na criação, planejamento e gestão dos destinos turísticos e se propõe a pensar o impacto causado pelas atividades turísticas.

Compreende, portanto, o estudo da inovação, das teorias relacionadas à hospitalidade, da aplicação do conceito de desenvolvimento sustentável no turismo, seus limites e possibilidades, de políticas e estratégias de desenvolvimento regional por meio do turismo e de tecnologias sociais aplicadas nesta área.

Eventos e datas importantes

Veja mais »

Notícias e informações

Veja mais »